NOTÍCIAS

Yago Oproprio lança primeiro álbum de sua carreira consolidando seu estilo inovador no rap

Projeto chegou às plataformas digitais nesta última terça-feira, 28, pela Som Livre e apresenta crônicas e vivências do artista narradas em 10 faixas

Nascido na Cohab II, Zona Leste de São Paulo, o artista Yago Oproprio lançou o primeiro álbum de sua carreira. Homônimo ao nome artístico, o disco Oproprio chega às plataformas digitais pela Som Livre e reflete as vivências e perspectivas do artista. Com produção de Patrício Sid, o álbum chega às plataformas digitais com 10 faixas, tendo como faixa foco “La Noche”, que narra situações do cotidiano vividas pelo próprio artista. O projeto, que começou a ser desenvolvido em setembro de 2023 pela EME Cultural, de Raphael Damiatti, junto com o diretor criativo Fernando Marar, marca um novo momento da carreira de Yago e em breve ganha versão física em vinil.

Desde o lançamento do single “Imprevisto”, em 2022, que virou seu grande hit, Yago tem despontado como um forte expoente dentro do gênero e hoje soma mais de 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify. Grande aposta na cena, o artista vem crescendo sua base de fãs e seguidores de forma exponencial, chamando a atenção entre os nomes relevantes da cena atual.

Com uma sonoridade autêntica que se destaca dentro do rap, Yago consolida em Oproprio seu estilo mais melódico e fortemente calcado no no boom bap. “A raiz do meu trabalho está no boom bap, minha formação se deu através dele. Mas diferente do que era feito décadas atrás, busco trazer, a partir da minha ótica, situações corriqueiras do cotidiano, comum a todos, para gerar identificação com aquilo que canto, escrevo e que vivo. Eu uso a poesia e a melodia como artifícios para se chegar a um lugar novo dentro de uma vertente tão histórica”, afirma Yago, que tem referências musicais nomes como Chico Buarque, Jorge Ben Jor, Cássia Eller e outros.

Junto com o disco Yago lança no Youtube um filme de 10 minutos que une três faixas do álbum em cenas vividas na cidade de São Paulo. Com produção da Stink, produtora referência no mercado publicitário, e direção de Ênio Cesar, Larissa Zaidan e Luis Carone, a peça audiovisual narra as histórias apresentadas por Yago nas letras de “La Noche”, “Inofensiva” e “Jejum”. As histórias conversam entre si em uma linha narrativa única no filme, mas também funcionam de forma separada.

O projeto gráfico do álbum também mereceu um cuidado todo especial e contou com um time de peso liderado pelo diretor criativo Fernando Marar, que buscou nas cores primárias a base da estética de toda a expressão visual. O artista plástico Rodrigo Branco foi responsável por transformar a foto analógica de Yago, do fotógrafo Ênio Cesar, em uma pintura exclusiva que se tornou a capa deste lançamento.

Faixa a Faixa 

“La Noche”

Rap que dá início ao álbum e traz situações do cotidiano vividas por Yago ao longo de uma noite, mas que são comuns a todos. A música aborda uma autoafirmação do artista, presente nos versos “sou o silêncio antes da troca de assunto”, “a voz que busca paz de todos que ficaram mudos”.

“Inofensiva”

Vem como resposta à música que abre o álbum, “La Noche”, construindo uma linha narrativa sobre a relação com o trabalho, as responsabilidades e suas frustrações.

“Catedrais”

Terceira faixa do álbum, fala sobre religião. Narra o lado cético do artista ao dizer “já não acredito em Jesus, nem Satanás”. Além disso, traz um sincretismo com “Canto de Ossanha”, um dos clássicos da música popular brasileira.

“Fora do Tom”

É a primeira love song do álbum e fala sobre o ato de Yago se encontrar. Aborda inseguranças, pensamentos e o amor como uma perspectiva de melhora.

“Melhor que Ontem”

A música foi produzida para levar o ouvinte a acessar um estado de tristeza. É um beat mais melancólico que, somado às ideias e rimas, busca construir uma perspectiva de melhora.

“Enigma”

Sexta faixa do álbum, fala sobre o amor em um lugar do não saber, como uma incógnita. É uma love song que traz perspectivas de histórias de amor vividas pelo próprio Yago e reflexos de como o artista se relaciona com este sentimento.

“Modus Operandi”

A faixa fala sobre amor tóxico e reflete padrões que o próprio Yago descobriu dentro de suas relações. Para isso, o artista buscou trazer a toxicidade na construção da faixa, que não possui refrão, traz repetições de palavras e um jogo de melodias com o intuito de fazer alusão a um sentimento de angústia.

“Papoulas” 

Produzida em 2022, ficou na gaveta do artista por muito tempo, até que por incentivo de seu empresário entrou no álbum e explora mais uma vez sua vertente romântica.

“Jejum”

É uma das músicas favoritas do álbum para o cantor e traz os tempos de excesso de informação constante, aborda sobre a bipolaridade das opiniões. A fome, uma das dores do mundo, foi o mote central para a concepção da faixa.

Linha Azul

Para encerrar o álbum, a música mais antiga do artista veio para o projeto como um pedido do pai de Yago. Apesar de ser a mais antiga, carrega a bagagem de vida de Yago em um lugar genuíno, com traços de cantiga de criança.

Saiba mais sobre Yago:

Paulistano, nascido e criado na Zona Leste de São Paulo, Cohab II, o artista Yago Oproprio une referências da MPB com influências latinas, devido a sua vivência na Venezuela, na sua adolescência.

Yago cresceu no meio artístico, com forte incentivo do seu pai criador do coletivo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes, que já possui 25 anos de existência. Aos 6 anos Yago já frequentava saraus e iniciava, ali, seu primeiro contato com instrumentos musicais, de corda e percussão.

Depois, entre seus 13 aos 19 anos, aproximadamente, Yago participou mais ativamente do coletivo, atuando nas peças de teatro, por exemplo. Logo na sequência, ao ganhar seu primeiro violão, o artista começou a se desenvolver musicalmente, primeiramente, no rap, com influências de Criolo, Sabotage e Racionais, no qual Yago bebeu da fonte desde cedo, e depois, com misturas de outras sonoridades e gêneros, suas vivências pessoais e playlists.

Mais tarde, foi morar em São José dos Campos, e iniciou no freestyle, movimento que trouxe o seu vulgo artístico: Oproprio.. E na virada de 2017 para 2018 o artista gravou sua primeira música.

De lá para cá, Yago já soma mais de 260 mil seguidores em sua conta de Instagram e quase 3 milhões de ouvintes mensais no Spotify. Com seu primeiro álbum, assinado pela Som Livre, o artista é um forte expoente dentro do rap.




03/06/2024 – Rádio Religare 35

COMPARTILHE

SEGUE A @RADIORELIGARE35

(35) 99939-0903

contato@radioreligare35.com
Pouso Alegre MG – BRASIL

NO AR:
KUPULA HIP HOP INTEL - RÁDIO RELIGARE 35